Palavra • Yakuza

(Clã Masculina)

 

Literalmente, yakuza significa 893 (ya = oito, ku = nove e za = três). Esse número vem de um jogo de cartas denominado sanmai garuta, parecido com o Blackjack, mas em que é preciso chegar a 19 pontos. A soma 20 – uma seqüência de 8, 9 e 3 – determina a derrota, ou seja, é inútil ao jogo. O nome yakuza, portanto, significa algo inútil à sociedade.

 

A yakuza é uma sociedade exclusivamente masculina. Eles não confiam nas mulheres porque as consideram fracas e incapazes de lutar como os homens. Eles acreditam que as mulheres foram feitas para serem mães e para cuidarem de seus maridos, não devendo se meter nos negócios dos homens. Um outro motivo pelo qual as mulheres não são aceitas na yakuza é que não se deve falar sobre o grupo a ninguém de fora, e eles não acreditam que elas seriam fortes o suficiente para se manterem caladas caso fossem interrogadas pela polícia ou por algum inimigo.

A única mulher com maior prestígio é a esposa do chefe. Ela não é considerada um membro, mas é respeitada simplesmente por ser a esposa, não interferindo em qualquer ocasião.

Quando o chefe morre e não há ninguém para substituí-lo imediatamente, é sua esposa quem assume temporariamente o comando do grupo.

 

Os clãs são organizados à semelhança de uma família, possuindo talvez a mais rígida das hierarquias do mundo dos crimes. O oyabun (pai) é o chefe, wakashu são seus filhos e kyodai são seus irmãos. Todos devem total obediência e lealdade ao oyabun, e em troca ele oferece proteção a todos de seu clã. Os membros não devem ter medo de morrer pelo oyabun, e devem concordar com tudo o que ele diz.

 

Há dois tipos de yakuza: aqueles que pertencem a um clã/grupo e os autônomos. Os autônomos não pertencem a clã algum, por isso têm dificuldades para agir, pois os grupos não permitem que eles atuem em seus territórios. Os clãs costumam usá-los como bode expiatório ou pagá-los para realizar um serviço no qual não queiram envolver o grupo todo.

Se o autônomo for realmente ambicioso e capacitado, pode até começar um grupo do zero, mas geralmente, quando não é morto, torna-se membro de algum já existente.

 

Entre as obrigações dos membros estão:

-Não esconder dinheiro da gangue;

-Não se envolver pessoalmente com narcóticos;

-Não procurar a lei ou a polícia;

-Não violar a mulher ou os filhos de outro membro;

-Não desobedecer a ordem de um superior.

 

O chefe dos filhos chama-se wakagashira, e o dos irmãos shateigashira. O wakagashira é o segundo em autoridade, vindo logo após o oyabun e servindo também como um intermediário para ver se as ordens deste estão sendo cumpridas. O shateigashira é o terceiro em autoridade.

Cada filho pode formar sua própria gangue e assim por diante, resultando em diversas subfamílias. Cada um obedece o líder de sua gangue, mas é sempre o oyabun que dá a palavra final. Uma família típica tem de 20 a 200 membros, o que pode assegurar ao clã todo um número bem superior a 1000 homens 

Colaboradores
Centro Cultural Aliança:


















Calendário

dezembro de 2017
domsegterquaquisexsáb
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
06/01 Curso de Shodô
08/01 Curso Intensivo de Língua Japonesa
08/01 Curso de Origami – Intensivo de Férias
09/01 Curso de Washi-ê
10/01 Kirigami - módulo Profissionalizante
10/01 Mini Curso de Furoshiki para Crianças

ACBJ - Aliança Cultural Brasil-Japão

Aliança Cultural Brasil-Japão
Unidade Vergueiro
Cursos de língua japonesa, português para japoneses e artes orientais.
R. Vergueiro, 727 - 5 º andar
Liberdade - 01504-001
São Paulo - Tel.: (11) 3209-6630
Aliança Cultural Brasil-Japão
Unidade São Joaquim
Cursos de língua japonesa, português para japoneses e artes orientais.
R. São Joaquim, 381 - 6º andar
São Joaquim - 01508-001
São Paulo - Tel.: (11) 3209-9998 ou (11) 3209-6420
Centro Cultural Aliança
Unidade Pinheiros
Cursos de língua japonesa, português para japoneses e artes orientais.
R. Dep. Lacerda Franco, 328
Pinheiros - 05418-001
São Paulo - Tel.: (11) 3031-5550



© Aliança Cultural Brasil Japão
Todos os direitos reservados
by hkl interactive media