Nikkeis enfrentam dificuldades para trabalhar em fábricas japonesas por não falar o idioma local

Empresas japonesas exigem o conhecimento básico do ‘nihongo’

Dr. Yokio Oshiro, presidente da Aliança, e equipe, recebem o gerente da Infinity Brasil, Sr. Fabio Shibata.

Dr. Yokio Oshiro, presidente da Aliança, e equipe, recebem o gerente da Infinity Brasil, Sr. Fabio Shibata.

Com o reaquecimento do mercado de trabalho no Japão para os chamados decasséguis, as empresas brasileiras, que atuam no recrutamento de pessoas, ganharam um novo desafio: encontrar candidatos que possuam um mínimo de conhecimento da língua japonesa. Tarefa que não tem sido fácil.

Para Fabio Shibata, gerente da Infinity Brasil, empresa japonesa com filial em São Paulo, as indústrias japonesas têm muitas oportunidades para os trabalhadores nipo-brasileiros, porém, falta mão de obra com conhecimento básico do idioma japonês.

- Antes não era necessário falar japonês para trabalhar como decasségui. Hoje em dia, esta é uma exigência das empresas japonesas, que nos solicitam enviar profissionais com, ao menos, um nível básico do idioma – afirmou Shibata, em visita à sede da Aliança Cultural Brasil-Japão, a maior escola de língua japonesa da América Latina.

- Até mesmo pessoas da segunda geração de descendentes que buscam uma oportunidade de trabalho no Japão, mas que não conhecem nada do idioma local, não conseguem colocação em uma empresa com melhores condições de trabalho – completa Shibata.

Ainda em discussão no Japão, a possibilidade de concessão de visto de trabalho para os yonseis, que são os descendentes da quarta geração de japoneses, e que certamente exigirá do interessado um mínimo conhecimento da língua japonesa, sem que se saiba ainda o nível a ser exigido.

- É uma preocupação de muitas empresas de mão de obra há algum tempo. A geração de nikkeis das décadas passadas é muito diferente da atual. Naquela época os nisseis e sanseis possuíam algumas noções do japonês – disse Yokio Oshiro, presidente da Aliança Cultural Brasil-Japão, instituição que oferece cursos para todas as idades e níveis de conhecimento do idioma:

- Os dois primeiros estágios introdutórios do curso de língua japonesa da Aliança, permitem que o aluno adquira conhecimentos básicos de conversação do cotidiano, como fazer auto apresentação, ir à restaurantes e pedir a prato desejado, pedir informações na rua – explicou Alice Tsuchiya, Coordenadora Geral de Ensino da Aliança.

Em meio às dificuldades de se conquistar um trabalho no Brasil, os candidatos que buscam um emprego fixo e que estão dispostos a enfrentar a cultura de um país completamente diferente como o Japão, devem aprimorar os conhecimentos da língua local, de forma antecipada, para que possam aproveitar as tantas vagas oferecidas pelas empresas japonesas.

Os cursos regulares da Aliança Cultural Brasil-Japão já estão com matrículas abertas. As aulas iniciam dia 17 de fevereiro nas três unidades: Vergueiro, São Joaquim e Pinheiros.

Para mais informações, entre em contato com a unidade mais próxima:

Vergueiro (Metro Vergueiro)
R. Vergueiro, 727 – 5 º andar – Liberdade
São Paulo – Tel.: (11) 3209-6630

São Joaquim (Metro São Joaquim)
R. São Joaquim, 381 – 6º andar – Liberdade
São Paulo – Tel.: (11) 3209-9998 ou (11) 3209-6420

Pinheiros (Metro Faria Lima)
R. Dep. Lacerda Franco, 328 – Pinheiros
São Paulo – Tel.: (11) 3031-5550

Colaboradores
Centro Cultural Aliança:


















ACBJ - Aliança Cultural Brasil-Japão

Aliança Cultural Brasil-Japão
Unidade Vergueiro
Cursos de língua japonesa, português para japoneses e artes orientais.
R. Vergueiro, 727 - 5 º andar
Liberdade - 01504-001
São Paulo - Tel.: (11) 3209-6630
Aliança Cultural Brasil-Japão
Unidade São Joaquim
Cursos de língua japonesa, português para japoneses e artes orientais.
R. São Joaquim, 381 - 6º andar
São Joaquim - 01508-001
São Paulo - Tel.: (11) 3209-9998 ou (11) 3209-6420
Centro Cultural Aliança
Unidade Pinheiros
Cursos de língua japonesa, português para japoneses e artes orientais.
R. Dep. Lacerda Franco, 328
Pinheiros - 05418-001
São Paulo - Tel.: (11) 3031-5550



© Aliança Cultural Brasil Japão
Todos os direitos reservados
by hkl interactive media